HMNEWS EDITORA E EVENTOS. ÚNICA COM CREDIBILIDADE E INOVAÇÃO EM PAPEL, INTERNET E EVENTOS.

GÁS | HIDROSSANITÁRIA | ELÉTRICA | ELETROMECÂNICA |HVAC | FOTOVOLTAICA | INCÊNDIO | DADOS | MANUTENÇÕES

 

 

+ de 37 mil

 

LEITORES, INTERNAUTAS, PROFISSIONAIS E FÃS DA REVISTA DA INSTALAÇÃO :)

  CONHEÇA OUTRA PUBLICAÇÃO DA HMNEWS EDITORARevista Potência
ANUNCIE
  

Nova tecnologia

Câmeras de segurança que apenas capturam imagens podem agora transmitir o som do ambiente em tempo real e gravar os diálogos para fins de investigação. A Axis Communications lançou o módulo AXIS T61, que agrega áudio a câmeras desprovidas dessa funcionalidade.

A captura de áudio é uma necessidade crescente em diversas aplicações. Numa rodovia, a câmera instalada em cabines de praças de pedágio pode registrar agressões verbais e respaldar a concessionária em processos judiciais.

Além de agregar áudio, o novo módulo acrescenta portas I/O para acionar a câmera via contato seco. Na prática, isso permite conectar sensores externos a portas de entrada para gerar alarmes ou ações – por exemplo, acionando a câmera de uma sala somente quando a porta da sala for aberta, ou gerando um alarme caso a conexão seja cortada. Também é possível conectar dispositivos externos, como relés, às portas de saída para ativar luzes, travar ou destravar portas, etc.

Com o lançamento, torna-se desnecessário adquirir câmeras novas apenas pela necessidade de agregar áudio ou conectividade I/O, o que preserva o investimento realizado em câmeras desprovidas dessas funcionalidades. Dessa forma, até mesmo câmeras de custo mais acessível da Axis podem contar agora com essas funcionalidades.

"O novo módulo AXIS T61 gera uma economia para clientes que pretendiam atualizar suas câmeras Axis para agregarem a funcionalidade de áudio ou conectividade I/O", comenta Sergio Fukushima, gerente técnico da Axis. "Para os projetos novos, o cliente pode comprar câmeras de custo mais acessível, sem áudio nem I/O, e acrescentar isso nos anos seguintes caso surja a necessidade, sem pagar a mais por hardware desnecessário ou licenças de software, e gerando no final um único fluxo de áudio e vídeo".