HMNEWS EDITORA E EVENTOS. ÚNICA COM CREDIBILIDADE E INOVAÇÃO EM PAPEL, INTERNET E EVENTOS.

GÁS | HIDROSSANITÁRIA | ELÉTRICA | ELETROMECÂNICA |HVAC | FOTOVOLTAICA | INCÊNDIO | DADOS | MANUTENÇÕES

 

 

+ de 37 mil

 

LEITORES, INTERNAUTAS, PROFISSIONAIS E FÃS DA REVISTA DA INSTALAÇÃO :)

  CONHEÇA OUTRA PUBLICAÇÃO DA HMNEWS EDITORARevista Potência
ANUNCIE
  

Construção sustentável avança

A Odata, empresa brasileira de infraestrutura de Data Centers, especializada em serviços de colocation, anuncia que o seu primeiro Data Center, o DC SP01, inaugurado em maio de 2017, recebeu a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) Gold.

O reconhecimento é concedido pela United States Green Building Council (USGBC), organização não governamental norte-americana que colabora no desenvolvimento da indústria de construção sustentável no mundo.

O trabalho incluiu a análise de toda a documentação relativa ao projeto, além da fiscalização de atividades de campo e de todos os materiais aplicados na obra. “Obtermos o LEED Gold é mais um importante passo na trajetória da Odata. Com a certificação temos o reconhecimento que nosso prédio foi projetado e construído para alcançar alto desempenho em requisitos relacionados à preservação do meio ambiente e ao uso consciente dos recursos naturais”, afirma Bruno Pagliaricci, CTO (Chief Technological Officer) da empresa.

Para esta conquista, a Odata contou com a atuação da Afonso França Engenharia, integradora responsável por todos os fornecedores, desde a fase de demolição até a obtenção do LEED, nos assuntos tocantes à obra. “Contratar a ENE Consultores foi fundamental para que todo o processo relativo ao LEED se mantivesse sob o mais estrito controle”, diz Antonio Carlos, diretor da Afonso França responsável pela obra do data center.

Para a obtenção da certificação LEED, o projeto da obra é analisado de acordo com diversos critérios, como: Espaço sustentável (SS), Eficiência do uso da água (WE), Energia e atmosfera (EA), Materiais e recursos (MR), Qualidade ambiental interna (EQ), Inovação e processos (IN) e Créditos regionais (CR).

Em eficiência do uso da água (EQ), a USGBC comprovou que as instalações da Odata possibilitam uma economia de 75% de água potável. Tal diferencial foi atingido devido à instalação de vasos sanitários, mictórios, torneiras e chuveiros economizadores e ainda ao reúso de águas nos dispositivos de descarga. Ainda no quesito economia, o DC SP01 capta água de chuva na cobertura do prédio, que também é utilizada nos vasos sanitários e mictórios.

O uso racional da água também está presente no paisagismo do projeto. “Optamos por realizá-lo a partir de espécies nativas ou adaptadas ao clima da região, dispensando, assim, o uso de um sistema de irrigação automatizado e permanente”, enfatiza o CTO.

O projeto também se destaca pela eficiência energética. O prédio da Odata pode proporcionar uma economia anual de 20% no consumo de energia.“Isso será possível pela instalação de sistemas de ar-condicionado de alta performance, filtros mais restrititivos nas tomadas de ar externo, uso de iluminação eficiente, sensores de presença em áreas de permanência eventual, envoltória composta por materiais que proporcionam baixa absorção de calor, reduzida área envidraçada, pintura branca reflexiva na cobertura da edificação e placas solares dedicadas ao aquecimento de água dos chuveiros”, destaca Pagliaricci.

Para operar dentro dos padrões de sustentabilidade exigidos pelo USGBC, a Odata investiu em outras tecnologias para redução do consumo energético. Um exemplo é a refrigeração dos ambientes críticos, que é realizada com equipamentos que utilizam “indirect freecooling”, método que aproveita a baixa temperatura externa do ar para auxiliar no resfriamento.

No quesito sustentabilidade o DC SP01 se destaca pelo comissionamento das instalações e sistemas prediais, o que garante a entrega dos sistemas em funcionamento e desempenho adequados antes da operação, quadros de energia com submedidores individualizados por grupos de sistemas elétricos de grande consumo e subdividos por locatário e vagas de estacionamento reservadas a veículos elétricos e de baixa emissão, além de vagas para bicicletas e vestiários, o que incentiva o hábito da realização de exercícios físicos e uso de meios alternativos de transporte.

O LEED Gold é mais uma importante certificação alcançada pelo DC SP01 da Odata. Ano passado, as instalações obtiveram a Tier III em design e Tier III em facility, concedidas pelo Uptime Institute.