HMNEWS EDITORA E EVENTOS. ÚNICA COM CREDIBILIDADE E INOVAÇÃO EM PAPEL, INTERNET E EVENTOS.

GÁS | HIDROSSANITÁRIA | ELÉTRICA | ELETROMECÂNICA |HVAC | FOTOVOLTAICA | INCÊNDIO | DADOS | MANUTENÇÕES

 

 

+ de 37 mil

 

LEITORES, INTERNAUTAS, PROFISSIONAIS E FÃS DA REVISTA DA INSTALAÇÃO :)

  CONHEÇA OUTRA PUBLICAÇÃO DA HMNEWS EDITORARevista Potência
ANUNCIE
  

Danfoss e SMA planejam integrar supermercados ao sistema energético

A SMA Solar Technology e a Danfoss estão planejando lançar uma joint venture voltada à conexão de vários componentes no segmento de varejo alimentar por meio da combinação da plataforma de gerenciamento de energia ennexOS da SMA com o gerenciador de sistemas SM800 da Danfoss para integrar supermercados no sistema energético.

Os operadores de supermercados poderão usar a solução integrada desenvolvida pela joint venture para reduzir de forma sustentável suas despesas operacionais e aperfeiçoar a pegada de carbono. Tornar-se um componente-chave do sistema de energia flexível do futuro pode gerar novas fontes de receita para o supermercado. O primeiro projeto piloto começará em breve.

O futuro do sistema energético depende do desenvolvimento de soluções que ofereçam flexibilidade para integrar eficientemente fontes de energia renováveis. A tecnologia de edifícios inteligentes é a chave para o sucesso. A joint venture planejada pela SMA e pela Danfoss tem como objetivo fornecer aos operadores de supermercados uma solução integrada que interconecte tecnologia de resfriamento e de refrigeração, energia fotovoltaica, tecnologia de armazenamento de energia e mobilidade eletrônica. A gestão inteligente de cargas e a integração do sistema global no mercado da energia permitem que os operadores de supermercados reduzam suas despesas operacionais, aperfeiçoem sua pegada de carbono e melhorem consideravelmente sua competitividade em longo prazo. Além disso, eles se tornarão um componente-chave do sistema energético do futuro.

“Nossa experiência em energia fotovoltaica, sistemas de armazenamento de bateria e gerenciamento de energia é um ajuste complementar com a experiência de longa data da Danfoss em tecnologia de resfriamento e refrigeração e seu acesso a clientes no segmento do varejo alimentar”, comenta Jürgen Reinert, membro do Conselho de Operações e Tecnologia da SMA Solar Technology. “Estou fascinado com a possibilidade que esta joint venture nos dá de expandir ainda mais nossa parceria estratégica com a Danfoss”.

Jürgen Fischer, presidente da Danfoss Cooling, destaca que o segmento de varejo alimentar é de importância estratégica e um campo de atuação para a inovação. “Os produtos inovadores da tecnologia de resfriamento e aquecimento combinados com estações fotovoltaicas, de armazenagem de energia e estações de carregamento serão utilizados no supermercado do futuro. Os supermercados não só fornecerão alimentos frescos e de qualidade, mas também transformarão a oferta de serviços ao público, que se tornarão mais confiáveis, mais ecológicos e mais flexíveis. A Danfoss e a SMA estão bem posicionadas para explorar este novo mercado. Como parte desta joint venture, com sede em Hamburgo, na Alemanha, trabalharemos juntos para desenvolver nossa tecnologia e garantir uma posição de mercado líder neste segmento”, completa Fischer.

A subsidiária recém-fundada da SMA cooperará com o segmento de Refrigeração e Ar Condicionado da Danfoss para projetar uma oferta de serviços adaptada às necessidades individuais do segmento de varejo de alimentos. “A plataforma de gerenciamento de energia ennexOS da SMA é a ferramenta ideal para otimizar o consumo de energia dos varejistas usando parâmetros como os atuais preços da eletricidade, temperatura externa, irradiação solar e requisitos de matriz energética temporários”, explica Jochen Schneider, gerente geral da subsidiária. “O excesso de eletricidade autogerada pode ser vendido diretamente ou colocado em sistemas de armazenamento elétrico e térmico. A integração no mercado da energia também nos permite garantir o fornecimento econômico e ecológico de energia. Além disso, podemos integrar estações de carregamento”.

A joint venture planejada provavelmente estará sujeita à aprovação das autoridades antitruste competentes.